segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Encontro em Montemor - Obrigado!

Queremos agradecer a todos aqueles que organizaram, proporcionaram, contribuiram e participaram no encontro em Montemor-o-Novo, nos passados dias 23 e 24 de Janeiro de 2010, em que se difundiu uma ideia: reflectir e apontar caminhos para a animação portuguesa.


Muito caminho foi já percorrido, mas muito mais há a percorrer.
E é fundamental a participação e colaboração de todos.

Muito obrigado,

Adriana Castro, Alexandre Honrado, Alexandra Ramires, Álvaro Feijó (Abi), Ana Carina Estroia, Ana Oliveira, Andreia Nunes, António Carlos Costa, António Selas, Armando Teixeira Quito, Armando Coelho, Belo João Cabral, Bernardo Pinto Bordeira, Bruno Isaac Caetano, Carina Beringuilho, Carlos Cunha, Cátia Peres, Cátia Salgueiro, Clarinda Ferreira, Cláudia Carvalho, Cristiano Mourato, Cristina Araújo, Davide Freitas, Diogo Alves, Diogo Correia, Diogo Pina de Carvalho, Edgar Veríssimo Marins, Emanuel Barros, Eva Yebenes, Fernando Galrito, Filipe Abranches, Helena Santos, Hugo Lourenço, Hugo Manuel Rosado, Humberto Santana, Joana Bartolomeu, Jerónimo Rocha, João Cantiga Esteves, João Champlon, João Gargaté, João Lobo, João Lopes da Silva, João Miguel Real, Jorge Ribeiro, José António Cunha, José Miguel Mota, José Miguel Ribeiro, José Pedro Cavalheiro (Zepe), José Pedro Ribeiro, Júlio Alves, Laura Gonçalves, Lorenzo Degl' Innocenti, Luís da Matta Almeida, Marco Taylor, Maria João Carvalho, Maria Rosa Figueiredo, Marina Estela Graça, Marina Palácio, Marta Lebre, Miguel Braga, Mónica Loureiro, Nadia Cardoso, Nadin Pinto, Nuno Amorim, Nuno Beato, Nuno Folhadela dos Santos, Nuno Martins, Paulo Dalva, Pedro Alpiarça dos Santos, Pedro Teixeira, Paulo Salvador, Ricardo Blanco, Ricardo Mata, Rita Braga, Rita Rio, Rita de Jesus Santos, Rodrigo Areias, Rui Cardoso, Rui Durão, Rui Gonçalves, Sara Osório, Sara Sousa, Sergio Veríssimo Martins, Susana Oliveira, Teresa Paixão, Vanessa Namora Caeiro, Vanessa Ventura, Vasco Sá, Virgílio Almeida.

Um agradecimento muito especial à Câmara Municipal de Montemor, ao Sr. Vereador da Cultura, Dr. João Marques, à Anabela Ferreira e à Ana Estroia, pelo caloroso acolhimento em Montemor.



5 comentários:

Pedro Amaro Santos disse...

O hospitalidade em Montemor foi espectacular. Obrigado a todos. Fica para a memória

Bang! Bang! Animation Studio disse...

Gostava de retribuir deixando aqui um agradecimento a todos que idealizaram e realizaram este encontro, em nome da equipa do estúdio Bang! Bang! Animation, PARABÉNS!

Abi Feijó disse...

Fiquei sinceramente impressionado:
Com uma adesão verdareiramente histórica. (notaram-se apenas as ausências do FICA, da SIC e da TVI)
Com uma eficácia raramente vista num encontro destes, neste meio - com a delineação de uma estratégia de trabalho clara, objectiva e com uma data precisa para a apresentação de resultados.
Com a disponibilização atempada de ferramentas dinâmicas e interactivas de suporte ao trabalho que se pretende desenvolver.
Com um excelente ambiente de convívio e confraternização, onde até as refeições em cantina foram uma agradável surpresa.
Por tudo isto os meus sinceros parabéns a toda a equipa e ao Zé Miguel muito em particular pela sua grande sensatez e sentido de equilíbrio onde todos se sentiram como parte desta pequena família, mas cheios de vontade de a fazer crescer.
A todos muito obrigado por este fim de semana.

Marina Estela Graça disse...

Quero juntar o meu reconhecimento ao dos restantes, sublinhando a inteligência, eficácia e sensibilidade do grupo que está a gerir o processo.
Apreciei ainda, e muito, a presença de tanta gente nova somado ao carácter das suas intervenções.
É muito bom fazer parte.

Virgilio disse...

Partilho destes sentires. Acho que saimos de Montemor-o-Novo mais novos, mais arejados e mais estimulados a participar dentro das nossas disponibilidades temporais nos fóruns de discussão, que infelizmente não decorrerão face-a-face, na presença dum tinto biológico ou dum cozido à Alentejana mas pelas auto-estradas da web. A única vantagem é que a Brigada de Trânsito da GNR não controla a web e nós podemos acelerar. Creio mesmo que temos que pôr prego a fundo para discutirmos TUDO, ouvirmos os outros sobre TUDO, sintetizarmos ideias e caminhos BEM e chegarmos à MONSTRA com documentos que já conhecemos e que têm um bocadinho de nós. Se conseguirmos isto, deu-se mesmo um volte-face na postura dos profissionais do sector e seguramente que o futuro será menos sombrio porque saberemos para ONDE queremos ir e COMO.